• Comunicação Gnosis

Médicos e Enfermeiros participam de treinamento sobre vácuo extrator Kiwi no Hospital da Mãe

Atualizado: Jun 18

Equipes médicas e de enfermagem obstétricas do Hospital Estadual da Mãe de Mesquita, participaram no último dia 16 de junho de um treinamento sobre o uso do extrator obstétrico a vácuo modelo Kiwi. Esse método é indicado para auxílio no nascimento do feto durante o parto, nos casos de segundo estágio prolongado do período expulsivo ou encurtamento eletivo em situações de sofrimento fetal presumido.


O vácuo extrator é uma alternativa ao uso do fórceps por causar menos dano e dor. Há casos em que a ventosa reduz a necessidade de uma episiotomia. Nesse tipo de procedimento, o médico encaixa o equipamento na cabeça do bebê e puxa durante a contração, com o auxílio da mãe, que faz força. Essa técnica diminui o índice de laceração maternal e fetal e baixa o índice de episiotomia, que consiste na incisão efetuada na região do períneo para ampliar o canal de parto.


Segundo Taiana Daniella Azevedo, enfermeira obstétrica e RT do Bloco obstétrico e cirúrgico do Hospital da Mãe, “o curso foi de grande valia por ser teórico e prático, com um recurso de assistência não invasivo e de fácil manejo”.


Ariana Carvalho, Enfermeira Obstetra da unidade, o curso a colocou em contato com a técnica na prática. “A medicina nos tratou como prioridade na prática do instrumento Kiwi, desfazendo o preconceito na utilização desse método. Eu enxergava isso como um meio não natural no parto. Depois do treinamento, entendi que ele é um grande auxiliador para um parto bem-sucedido em casos de emergências”.


A Enfermeira Mara Luana Pacheco foi só elogios: “Muito feliz pela oportunidade de participar do treinamento de Kiwi, feliz mais ainda em saber que foi disponibilizado o treinamento para a equipe de enfermagem obstétrica junto a equipe médica.

Curso totalmente dinâmico e prático e que vai contribuir muito para nós profissionais, e também para a gestante! Equipamento prático que visa minimizar danos à gestante e ao Recém Nascido num período expulsivo prolongado em sofrimento fetal, e consequentemente diminuir o índice de cesárea!! Super amei ”.


Para os profissionais que participaram, os treinamentos serão sempre oportunos para que possam aprimorar a assistência às pacientes.



46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo