• Comunicação Gnosis

Você sabe o que é Stealthing?

Colaboradores do Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti,

debateram o tema durante uma palestra


O mês de novembro é lembrado todos os anos por ter 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher. Para encerrar o período, colaboradores do Hospital da Mulher Heloneida Studart participaram de uma palestra sobre o tema no último dia 30/nov. Talvez você não conheça, mas o stealthing é uma realidade ainda desconhecida para alguns profissionais de saúde e, de forma geral no Brasil é pouco discutido.


De acordo com o professor pesquisador da Faculdade de Direito da PUC – Campinas, Pedro Pulzatto Peruzzo, stealthing significa “furtivo” e “oculto”, palavras que indicam seu modo de execução: após o início de uma relação sexual inicialmente consentida entre os sujeitos e condicionada ao uso do preservativo masculino, o indivíduo dotado de órgão genital masculino viola o pacto de consentimento estabelecido e emprega meios de remover o preservativo ainda durante o ato, sem que a parceira ou parceiro tenha ciência do ocorrido.


Maria Luiza Corrêa Cordeiro (Resp.Téc.Psicologia/SOS Mulher) e Edilaine Moreno Martins (Psicóloga) foram as responsáveis da unidade que colocaram o tema em pauta. A partir do aumento de casos no projeto SOS MULHER, houve a necessidade de levar a discussão e esclarecimentos sobre o assunto. Desta forma, com a tomada de consciência dos profissionais presentes da situação de violência decorrente desta prática, será possível resultar num acolhimento mais cuidadoso. Ainda durante a palestra, nomes importantes de especialistas como Ana Paula Braga, Marina Ruzzi (escritório Braga e Ruzzi) e a advogada americana Alexandra Brodsky foram citadas.

"A vítima de Stealthing tem os mesmos direitos de qualquer outra vítima de violência sexual que vão desde o atendimento na unidade de saúde para administração do coquetel anti-DSTs, realização de teste de gravidez e até, em sendo o caso, o aborto legal.", afirma Maria Luiza Corrêa Cordeiro

Sobre o SOS Mulher no Hospital da Mulher Heloneida Studart

O serviço consiste em oferecer um acolhimento de saúde diferenciado às vítimas de violência, com o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, além de apoio psicológico aos pacientes e familiares.


74 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo