• Comunicação Gnosis

Unidade de Saúde na Rocinha promove 2º mamaço virtual para o Agosto Dourado.

Durante todo o mês de agosto, profissionais das Unidades de Saúde da Atenção Básica do município do Rio de Janeiro realizam ações voltadas à promoção e incentivo à amamentação, bem como auxiliam as mães com dificuldade em amamentar. Neste mês é celebrado o "Agosto Dourado".

Mesmo em tempos difíceis por conta da pandemia, o Centro Municipal de Saúde Dr. Albert Sabin, na Rocinha, criou estratégias e se moldou a essa nova realidade para oferecer o melhor atendimento para as pacientes.

O 2º Mamaço Virtual foi realizado no dia 19/08 e foi organizado pelas Residentes de Enfermagem em Saúde da Família e Comunidade, Ellen Anunciação, Conceição Sutil, Dalila Almeida, Maria Clara Geraldo e Érica Santana, acadêmica de Enfermagem Anielle Ribeiro, além das Enfermeiras Drielle Louredo, Camila Cruz e Larissa Cunha. Com total apoio da diretora Tatiana Rodrigues e da Responsável Técnica da Enfermagem Suziane Pereira, as Residentes contaram com a ajuda de uma equipe composta por psicóloga, educador físico, fisioterapeuta, auxiliares de saúde bucal e agentes comunitários de saúde que tiveram como público alvo as gestantes, puérperas, mães, parceiros, rede de apoio e todas as pessoas interessadas pelo tema tão importante que é a amamentação. A equipe orientou cerca de 30 participantes no evento, cujo tema foi: “Proteger a amamentação: uma responsabilidade de todos”, da Semana Mundial da Amamentação deste ano.

“Nosso evento foi um sucesso, tendo em vista a alta adesão, entusiasmo dos usuários e a grande participação dos mesmos durante o tempo em que estivemos conectados”, destacou a Enfermeira preceptora Drielle Loureiro. “Após o evento continuamos promovendo o aleitamento materno através de salas de espera na unidade que serão realizadas por todo o mês de agosto e também durante todas as consultas de acompanhamento de pré-natal e puericultura”, completou Drielle.

Os participantes interessados se inscreveram no guichê da própria unidade, deixaram o número de celular e o encontro aconteceu através de telas de computadores e dos aparelhos celulares. Também foi criado um grupo no whatsapp para, além de passar informações quanto ao mamaço, também estreitar o relacionamento com a comunidade a partir da troca de experiências relacionadas à amamentação. Ao final, uma cesta com produtos para bebês foi sorteada.

“Nós, como Unidade Básica Amiga da Amamentação desde 2015, temos esse tema como prioridade, tendo em vista a importância do aleitamento materno não somente para o bebê mas também para a mãe, a família e toda a sociedade. Entendemos também que a amamentação não pode ser romantizada visto as diversas dificuldades que as mulheres enfrentam para manter o aleitamento materno como fissuras mamilares e falta de rede de apoio, por exemplo. Por isso, a grande importância em trazer informações e orientações acerca desse tema a todo o tempo, pois uma mãe bem orientada consegue manter o aleitamento materno e desfrutar dos diversos benefícios que a amamentação traz, e é isso que queremos e promovemos: saúde para todos”. finalizou Drielle Loureiro.




104 visualizações0 comentário